Sinalização no condomínio

blog1
Alternativas de como resolver conflitos em condomínios
15 de março de 2016
locacao-de-mao-de-obra-em-fortaleza
Dicas de limpeza para seu condomínio.
29 de dezembro de 2017
Ver todos
blog3

A comunicação em um condomínio é algo primordial, tanto para o bom relacionamento entre síndico e condôminos, quanto para os condôminos entre si. Tendo em vista que tudo em um condomínio deve ser evidenciado da forma mais clara possível, hoje não se aplica mais apenas ditar normas, deve-se também deixar de forma bastante explícita todas elas. A melhor forma de comunicação nesse contexto seria a sinalização (placas de sinalização), que provocam um efeito rápido e bastante esclarecedor.

Mas a questão é: Como fazer essa sinalização? De quem é a responsabilidade?

Dentro de um condomínio é realizada uma assembleia onde estabelece-se o síndico do condomínio, e esse profissional é o responsável pela organização total do mesmo, ficando assim a ele a total responsabilidade de implantar no condomínio uma sinalização que de fato seja eficiente, e atenda todas as necessidades do mesmo.

As regras podem variar de acordo com o condomínio e o número de pessoas que circula nele.

Placas

Algumas placas de sinalização são obrigatórias segundo as normais do NBR 13.434, de 1/2/2004 e a 13.434/3/2005, que são referentes a parte de segurança contra incêndio e pânico, que devem ser colocadas em corredores e elevadores.

Essas placas devem ser fabricadas em forma bem chamativa para que assim permita fácil visualização e entendimento de quem as vê; Deve-se também serem colocadas em pontos estratégicos dentro do condomínio, pois quanto melhor a sua colocação mais fácil fica o entendimento e a aceitação das normas pelos condôminos.

 

Fonte: seucondominio.com.br